AddThis Social Bookmark Button

Fatores que irritam bons instrutores de Pilates

AddThis Social Bookmark Button

FATORES QUE IRRITAM BONS INSTRUTORES DE PILATES

São situações que acontecem no dia a dia dos estúdios de Pilates e irritam os instrutores e instrutoras!

Vamos lá:

1. PESSOAS QUE DIZEM “EU NÃO CONSIGO”, MESMO ANTES DE TENTAR

Os exercícios de Pilates têm características muito peculiares.

A dificuldade dos exercícios variam incrivelmente de pessoa para pessoa.

Um instrutor consciente não irá pedir o impossível ao aluno.

Se você é aluno, concentre-se e tente realizar algumas repetições antes de desistir, ok?

2. ALUNOS FANTASMAS

Sabe aquele aluno que quase nunca aparece nas aulas?

Por melhor que seja o instrutor de Pilates, fica impossível seguir um treinamento sem que o aluno compareça às aulas.

3. OUTRO ESTÚDIO COPIAR SEU MARKETING, PALAVRA POR PALAVRA

Imagine que você ralou pra montar seu estúdio, conseguiu alguns alunos e guardou uma graninha pra investir na divulgação do seu estúdio e conseguir mais alunos.

Você bola algumas palavras e consegue idealizar uma campanha de marketing legal.

Então você anuncia no rádio/panfleto/Facebook/Site.

Passados 2 meses, outro estúdio da sua cidade copia TODA sua campanha, palavra por palavra.

Sem sombra de dúvidas, feliz você não irá ficar!

4. ALUNOS QUE SÓ COMEM PORCARIAS E ESPERAM POR MILAGRES

Alimentação é a base de tudo. Se uma pessoa não se alimenta bem, os resultados vão demorar ou mesmo nem irão aparecer.

O Pilates não é um exercício aeróbico e a queima de calorias não é seu principal objetivo.

O Pilates é uma atividade neuromuscular que trabalha músculos, ossos e articulações de maneira intensa. Isso acelera o metabolismo corporal e favorece a obtenção de um corpo saudável e tonificado.

5. ALUNOS QUE RECLAMAM DE TUDO

Alunos que reclamam muito acabam trazendo uma energia negativa para as aulas.

Isso prejudica o desempenho dos outros alunos e acaba com a sua aula!

6. ALUNOS ATRASADOS

Estruturar uma aula de Pilates pode parecer uma tarefa simples, mas longe disso.

Aquele aluno que sempre chega 15 minutos atrasado atrapalha todo seu planejamento pra aula.

O aluno atrasado acaba perdendo o início com alongamentos e exercícios de aquecimento.

Enfim, literalmente acaba com a aula, sem falar que é um desrespeito para com o instrutor. Imagina se, toda aula, o instrutor chegasse atrasado? Pensem nisso!!!

7. ALUNOS QUE NÃO SEGUEM O QUE O INSTRUTOR PEDE

Há alunos que se acham instrutores e, no período que é para descanso/recuperação do corpo, acabam executando exercícios que não foram passados e, podem até se lesionar.

Ou então, não executam o que o instrutor pede, como por exemplo: 2 séries de 10 repetições, aí o aluno realiza 2 séries de 7... Bom, se for o limite do aluno, ok; agora há muito aluno que pensa: - o instrutor não está vendo mesmo... Para esses espertinhos, eu digo: - não é o instrutor que você está enganando, é a você mesmo!

8. ALUNOS QUE QUEREM O INSTRUTOR SÓ PARA ELE

Um bom instrutor sabe que uma aula de Pilates para 3 alunos é o ideal. Trabalha-se muito bem a individualidade de cada aluno, com variedades de exercícios e, uma boa atenção do instrutor para cada aluno.

Porém, encontra-se muitos alunos que querem e, até exigem do instrutor uma atenção exclusiva, excluindo os demais alunos. Bom, para esses alunos segue uma dica: há aulas exclusivas!

Basta pagar por elas e você terá o instrutor por 1h só para você!

9. ALUNOS QUE NÃO PRESTAM ATENÇÃO NA DEMONSTRAÇÃO DO EXERCÍCIO

Isso "mata" o instrutor e atrapalha a aula dos colegas.

Há alunos que ao invés de concentrar na demonstração do exercício, ficam conversando e/ou dispersos na aula, requisitando que o instrutor retorne com a demonstração.

Pilates exige concentração e controle do corpo.

10. EXERCÍCIOS DA MODA

Joseph Pilates inventou o Pilates há cerca de 100 anos atrás.

As variações de exercícios são praticamente infinitas.

Um bom instrutor consegue ministrar aulas por meses sem repetir um único exercício.

Por outro lado, o ser humano é viciado no novo, principalmente porque o pilates é uma palavra muito forte no negócio Fitness e, todos querem inovar.

Como instrutor de Pilates, é necessário que haja distinção do que é bom para seu cliente e o que é apenas moda passageira.

11. ALUNOS QUE ESPERAM RESULTADOS DO DIA PRA NOITE

O indivíduo nunca fez exercício na vida e quer virar um atleta em 1 semana.

Isso não existe.

Trabalhar o corpo exige tempo, dedicação e muito disciplina.

12. ALUNO “SABE-TUDO”

– Fulano, esse exercício é para alongar…

– “Eu já sei.”

Você passa no vestibular, estuda vários anos para se formar e o “Sabe-Tudo” acha que sabe o nome de todos os músculos do corpo humano, todas as articulações, exercícios, etc, etc, etc…

13. ATRASO NO PAGAMENTO DA MENSALIDADE

Como qualquer outro profissional, um instrutor precisa manter seu estúdio e pagar suas contas pessoais.

Alguns alunos se esquecem disso e atrasam várias semanas o pagamento de suas aulas. Fica a dica!!!

14. CONVERSAR DURANTE A AULA

Se a conversa prevalecer durante a aula, com certeza os exercícios não terão o mesmo efeito e será preciso maior recrutamento muscular, ou seja, mais força para conseguir realizar os movimentos. Além disso, os resultados levarão mais tempo para aparecer, pois as posturas do Pilates exigem concentração.

Sem falar que incomoda os demais alunos! Fica a dica!!!

15. TRABALHAR MÚSCULOS ISOLADOS

Pilates não é ginástica localizada! Trabalhar músculos de forma isolada vai contra a filosofia do método que prima pelo equilíbrio neuro-muscular global.

Dar ênfase em grupo muscular durante a aula de pilates ainda é aceitável, mas fazer a aula inteira trabalhando apenas um músculo perde-se muito na qualidade da técnica. Para tal objetivo, existem outras modalidades que recrutam grupos musculares de forma isolada.

Vamos aproveitar ao máximo a aula de pilates! Fica a dica!